Depoimento do Pajé de Rio das Cobras - 1978

  • Posted on: 25 September 2018
  • By: admin
Português, Brasil

– Pajé: Pra nóis, não temos remédio, de dantes não ocupemo nem o remédio do branco. Nóis ocupemo desta ervinha, assim, este cedro também é um remédio pra nóis. Tem mais mato por aí, tem tanto remédio por aí, era pra nóis ocupá, porque nosso pai já eixou pra isso, né? É ali de cima. Agora nóis ocupemo o remédio do branco. Foi indo, foi indo, mas agora nóis ocupemo remédio do branco. Antes só ocupava mato.

– Cláudio: E da religião do guarani?

– Pajé: Que o Deus mandou desça assim, que o Deus mandou, não é? Pai está aqui em cima de nóis tudo, e ele manda já dizê assim pra nóis, que agora voce desce no mundo, já vai crescendo assim, mas voces tem que agüentar. Tem tanta doença, tem que se aguentä. Daí ensinaram pra nóis o mato como remédio. Foi indo, foi indo, então nóis crescemo. Antigamente eu criava remédio assim.

– Cláudio: Como é a história do cachimbo?

– Pajé: O cachimbo ensinaram dali de cima também, antigamente foi-se assim. Então nóis temo que ocupá o cachimbo, mas eu não fui aprendido ainda, mas sempre eu aprendi um pouco assim, que o Deus já deixou pra isso.