CAPÍTULOS DO LIVRO

Anexo

  • Posted on: 13 November 2018
  • By: claudio

ANEXO

São apresentados neste anexo, quadros demonstrativos dos diversos produtos usados, onde se encontram os tipos de intoxicação que produzem.

  

DROGAS DE USO SUSPEITO NOS ALIMENTOS

Na Terceira Reunião Nacional dos E.U.A. sobre os Fatores Nutricionais do Câncer, arrolou-se, entre outras, as seguintes drogas:

Azul Brilhante: Corante usado em bebidas, balas e bolos, pobremente testado.

Indigotina: Corante azul em geleias, balas e bebidas, pobremente testado.

Vermelho Citrus número 2: Empregado para acentuar a cor das laranjas. Já proibido no Brasil.

Azorobina ou carmoisine: Corante verde empregado em doces e bebidas, cujo metabolismo no organismo humano ainda é desconhecido.

Eritrosina: Mais frequentemente usado nas cerejas em compota, combina-se com a proteína do plasma sanguíneo, aumenta a quantidade de iodo proteico e o volume da tireoide.

Vermelho nº 40: Empregado para colorir gelatinas, balas e linguiças, produz câncer em animais de laboratório. Está sendo introduzido no Brasil.

Tatrazina: Corante empregado em refrigerantes, gelatinas e balas, provoca reações alérgicas semelhantes ao quadro de hipersensibilidade à aspirina, além de câncer em animais de laboratório.

Butil-hidroxi-tolueno e butil-hidroxi-anisol: Antioxidantes, ou seja, aditivos destinados a combater o ranço e a mudança de cor em óleos de cozinha, manteiga e margarina, altera o metabolismo das gorduras a aumenta o peso do fígado.

Monoglutamato de sódio: Difundido no Brasil como realçador de sabor, onde é vendido puro (Aji-no-moto) ou em sopas e condimentos em geral. Danifica as células cerebrais dos ratos. 

 

TUMORIGÊNICOS

3,4 - Aflatoxinas, Benzopireno.

Naphthylamina

Cumulativos

Uma substância carcinogênica para uma espécie pode não ser para outra. Uma substância dada como não carcinogênica em testes para uma espécie pode ser para outras.

 

Induzem tumores:

Inseticidas: pp., DDT, Mirex, bis (2-chloroethyl) éter, clorobenzilato, strobane

Fungicidas: PCNB aradex, etilselenac., etiletiourea, bis (2-hidroxietil) ácido sal potássio dithiocármico

Herbicidas: N -(hidroxietil) hidrazina.

Provocaram em ratos, através da ingestão pela dieta, tumores de fígado, pulmão e órgãos linfoides. "Tumores benignos que, com o tempo e se os animais não tivessem sido sacrificados, tornar-se-iam malignos".

Fonte: Bionetics Research Laboratories for the National

Cancer Institute (lnnel e Tal 1969)

 

PRODUTOS USADOS NOS ALIMENTOS

CATEGORIA CONSERVADORES

INGESTÃO DIÁRIA TOLERADA PELO HOMEM EM mg/kg DE PESO

CÓDIGO PARA ROTULAGEM

USO MAIS FREQÜENTE

Previnem ou controlam o desenvolvimento de microrganismos

 

 

Carnes em geral, pão

ÁCIDO BENZÓICO

0-5

P.I

 

ÁCIDO BÓRICO

 

P.II

 

ÉSTERES DO ÁCIDO P-HIDROXIBENZÓICO

0-10

P.III

 

ÁCIDO SÓRBICO

0-25

P.IV

 

DIÓXIDO DE ENXOFRE E DERIVADOS

0-07

P.V

 

ANTIBIÓTICOS: OXITETRACICLINA E CLOROTETRACICLINA

 

P.VI

 

NITRATOS

0-5

P.VII

 

NITRITOS

0-0,2

P.VIII

 

PROPIONATOS

sem limites

P.IX

 

ÉSTER DIETIL PIROCARBÔNICO

não deve ser usado

P.X

 

ÁCIDO DEHIDROACÉTICO OU DEHIDROACETATO DE SÓDIO

0-15

P.XI

 

ANTIUMECTANTES

 

 

Sal, leite e temperos em pó

Mantêm os alimentos secos, desprovidos de umidade.

 

 

 

CARBONATO DE CÁLCIO

sem limites

AU.I

 

CARBONATO DE MAGNÉSIO

sem limites

AU.II

 

FOSFATO TRICÁLCICO

 

AU.III

 

CITRATO DE FERRO AMONIACAL

 

AU.IV

 

SILICATO DE CÁLCIO

sem limites

AU.V

 

ALUMÍNIO SILICATO DE SÓDIO

sem limites

AU.VII

 

DIÓXIDO DE SILÍCIO

sem limites

AU.VIII

 

FERROCIANETO DE SÓDIO, CÁLCIO OU POTÁSSIO

0-0,025

AU.VI

 

AROMATIZANTES

 

 

 

Acentuam ou atribuem odor e sabor

 

 

Refrigerantes, sorvetes, doces, margarina

ESSÊNCIAS NATURAIS

 

F.I

 

ESSÊNCIAS ARTIFICIAIS

 

F.II

 

EXTRATO VEGETAL AROMÁTICO

 

F.III

 

FLAVORIZANTE QUIMICAMENTE DEFINIDO

 

F.IV

 

ACIDULANTES

 

 

 

Atribuem ou acentuam o sabor ácido

 

 

Maioneses, refrigerantes, sorvetes, laticínios.

ÁCIDO ACÉTICO

sem limites

isento

 

ÁCIDO ADÍPICO

 

H.I

 

ÁCIDO CÍTRICO

sem limites

H.II

 

ÁCIDO FOSFÓRICO

0-70

H.III

 

ÁCIDO FUMÁRICO

 

H.IV

 

ÁCIDO GLICÓLICO

 

H.V

 

ÁCIDO GLICÔNICO

 

H.VI

 

ÁCIDO LÁCTICO

sem limites

H.VII

 

ÁCIDO MÁLICO

 

H.VIII

 

ÁCIDO TARTÁRICO

0-30

H.IX

 

GLUCONA DELTA LACTONA

 

H.X

 

 

 

CATEGORIA CONSERVADORES

INGESTÃO DIÁRIA TOLERADA PELO HOMEM EM mg/kg DE PESO

CÓDIGO PARA ROTULAGEM

USO MAIS FREQÜENTE

ANTIOXIDANTES

 

 

 

Evitam a oxidação, causa importante mudança de cor e sabor dos alimentos ricos em gorduras.

 

 

Manteiga, margarinas, sucos de frutas, refrigerantes

ÁCIDO ASCÓRBICO

0-15

A.I

 

ÉSTERES DO GLICEROL COM ÁCIDO CÍTRICO OU ÁCIDO GRAXO

sem limites

A.II

 

ÁCIDO FOSFÓRICO

0-70

A.III

 

ÁCIDO NORDIHIDROGUAIRÉTICO

não verificado

A.IV

 

BUTIL-HIDROXIANISOL (BHA)

0-0,5

A.V

 

BUTIL-HIDROXITOLUENO (BHT)

0-0,5

A.VI

 

CITRATO DE MONOISOPROPILA

FOSFOLIPÍDIOS (lecitina)

0-14

sem limites

A.VII

A.VIII

 


GALATO DE PROPILA DE DUODECILA OU DE OCTILA

0-0,2

A.IX

 

RESINA DE GUAIACO

0-2,5

A.X

 

TOCOFERÓIS

0-2

A.XI

 

ETILENO-DIAMINO-TETRACETATO DE CÁLCIO E DISSÓDICO (EDTA)

0-2,5

A.XII

 

CITRATO DE MONOGLICERÍDEO

sem limites

A.XIII

 

ESPESSANTES

 

 

 

Dão ou mantém determinada textura. Muitos são simples engrossantes.

 

 

Geleias, sorvetes, bolos, pudins

AGAR-AGAR

sem limites

EP.I

 

ALGINATOS

0-25

EP.II

 

CARBOXIMETILCELULOSE SÓDICA

0-25

EP.III

 

GOMA ADRAGANTE

 

EP.IV

 

GOMA ARÁBICA

sem limites

EP.V

 

GOMA CARAIA

não verificada

EP.VI

 

GOMA GUAR

sem limites

EP.VII

 

GOMA JATAÍ

 

EP.VIII

 

MONO E DIGLICÉRIDES

sem limites

EP.IX

 

MUSGO IRLANDÊS

0-75

EP.X

 

CELULOSE MICROCRISTALINA

sem limites

EP.XI

 

EDULCORANTES

 

 

 

Substituem o açúcar. São os chamados adoçantes artificiais

 

 

Doces, refrigerantes, chocolate

SACARINA

 

D.I

 

UMECTANTES

 

 

 

Retêm a umidade impedindo que o alimento resseque.

 

 

Coco ralado, cremes, bombons

GLICEROL

sem limites

U.I

 

SORBITOL

sem limites

U.II

 

DIOCTIL SULFOSUCINATO DE SÓDIO

 

U.III

 

PROPILENO GLICOL

0-125

U.IV

 

LACTATO DE SÓDIO

sem limites

U.V

 



CATEGORIA CONSERVADORES

INGESTÃO DIÁRIA TOLERADA PELO HOMEM EM mg/kg DE PESO

CÓDIGO PARA ROTULAGEM

USO MAIS FREQÜENTE

ESTABILIZANTES

 

 

 

Promovem e estabilizam a dispersão das partículas de um alimento em outro. Muitos são agentes emulsificantes.

 

 

Sorvete, maionese, margarinas, bolos, doces, bebidas

FOSFOLIPÍDIOS

 

ET.I

 

GOMA ARÁBICA

sem limites

ET.II

 

MONO E DIGLICERÍDES

sem limites

ET.III

 

POLIFOSFATOS

sem limites

ET.IV

 

ÓLEO VEGETAL BROMADO

 

ET.V

 

CITRATO DE SÓDIO

sem limites

ET.VI

 

LACTATO DE SÓDIO (anidro)

sem limites

ET.VII

 

ESTEAROIL 2-lactil LACTATO DE SÓDIO

0-20

ET.X

 

MONOPALMITATO DE SORBITANA

0-25

ET.XI

 

MONOESTEARATO DE SORBITANA

0-25

ET.XII

 

TRIESTEARATO DE SORBITANA

0-25

ET.XIII

 

POLISORBATO 60

0-25

ET.XIV

 

POLISORBATO 65

0-25

ET.XV

 

POLISORBATO 80

0-25

ET.XVI

 

POLISORBATO 20

0-25

ET.XVII

 

POLISORBATO 40

0-25

ET.XVIII

 

ESTER GUM

 

ET.XIX

 

CELULOSE NICROCRISTALINA

sem limites

ET.XX

 

ACETATO ISOBUTIRATO DE SACAROSE

0-2,5

ET.XXII

 

CORANTES

 

 

 

Acentuam a cor natural ou estabelecem nova coloração. Na maioria sintéticos.

 

 

Refrigerantes, doces, parte externa de carnes embutidas (salsichas etc.)

CORANTES NATURAIS

 

C.I

 

CORANTES ARTIFICIAIS

 

C.II

 

CARAMELO

 

Isento

 

  

QUADROS NEUROLÓGICO POR INTOXICAÇÕES AGUDAS E CRÔNICAS POR METAIS PESADOS

INORGÂNICOS

a)    Chumbo

 -> Intestinal e alvéolos pulmonares.

 -> Tintas.

 -> Esclerose das artérias, cólicas em redor do umbigo, compressão.

b)    Tálio

 -> Pele, mucosas.

 -> Raticida, cosméticos.

 -> Queda dos cabelos 4 - 8 dias.

 -> SNP – polineurite.

 -> Dermatomioses.

 -> Transtornos do aparelho reprodutor.

 -> Menopausa.

 -> Albuminuria.

 -> Eliminação lenta.

c)    Zinco

 -> 1958 intoxicações em massa por medicamentos com sais de Zinco acumulado no cérebro. 98 mortes.

d)    Bromo e Brometos

 -> Vapores nas indústrias químicas. 5% instituições psiquiátricas, intoxicação crônica.

e)    Ácido Sulfídrico

 -> Decomposição pela albumina. Águas de fossa, refinarias de petróleo, no solo, gás pesado. Enfermidade dos posseiros.

f)     Sulfeto de Carbono CS2

 -> Goma e filtro de seda artificial, pulverizações.

 -> Intoxicação crônica - psicose, demência, Parkinson.

 

ORGÂNICOS

g)    Óxido de Carbono

 -> Todas as combustões incompletas.

h)    Ácido Cromídrico, Cianureto de Potássio e Cianureto de Sódio

 -> Amendoim e outras sementes. Letal bloqueio das enzimas respiratórias.

i)     Gasolina, Petróleo, Metano etc.,

 -> Pulmão, pele. Problemas cerebrais.

j)     Hidrocarbonetos Alifáticos

 -> Indústrias, lipossolúveis – narcóticos.

k)    Brometos e Cloretos de Etila

 -> Refrigerantes. Lesões pulmonares.

l)     Tricloroetileno

 -> Detergentes. Vapores a temperatura ambiente. Acúmulo no Sistema Nervoso Central.

m)   Álcool

 -> Lesão hepática e SNC.

n)    Soníferos

 -> 4 a 8 g. Mortal.

o)    Benzol-Toluol-Xilol-Naftalina. Antracênicos

 -> Combustíveis, corantes, lacas e detergentes do solo. Tecido adiposo por longo tempo, intoxicação crônica. Lesões da medula óssea. Leucemia.

p)    Fenóis, creolina, desinfetantes

 -> Tóxicos protoplasmáticos.

q)    Compostos Nitrosos - Nitrobenzol - Dinitrobenzol Trinitrotoluol.

r)     Aminados - Anilina - Fenilhidrolamina - Toluidentamina - Tetril

 -> Explosivos, perfumes, sabões, azeites, cremes de sapato, inseticidas, corantes. DL 3 a 20 cc; Trato respiratório via oral, pela formação de Metahemoglobina. Intoxicação crônica.  Neurastenia.

s)    Fenacetina

 -> Nefrites, tremores, depauperação da personalidade.

t)     Piridium

 -> Mais de 3 g, venenos convulsionantes.

u)    Essência de Abdul

 -> Derivado de AAS, utilizado nos desodorantes*.

v)    DDT - Neocid

x)    Mostarda Nitrogenada - usado como gás de guerra.

 

CLASSIFICAÇÃO DAS DROGAS HEPATOTÓXICAS

Por Victor Perez

GRUPO 1

TÓXICOS DIRETOS

Tetracloreto de carbono

Clorofórmio

Trinitrotolueno

D.D.T.

Arsênico

Amanita phalloides

Fósforo

Sulfato ferroso

 

GRUPO 2

DROGAS QUE PRODUZEM HEPATITE TIPO VIRAL

PSICOENERGÉTlCOS

Iproniazida

Fenelzine

Fenil isopropil hidrazina

Isocarboxacid

ANTICONVULSIVANTES ANTIRREUMÁTICOS

Zoxazolamina

Dfenilhidantoína

Trimetadione

Fenobarbital

Fenilbutazona

Fenurone

Cincofeno

ANTIDIABÉTICOS

Metahexamida

DIURÉTICOS

Clorotiazida

ANTITUBERCULOSOS

Ácido para-aminosalicílico

Isoniazida

Alpha-ethyl-thioisonicotinamida

Cloranfenicol

Aureomicina

Sulfonas

Estolato de eritromicina

Triacetiloleandomicina

CITOSTÁTICOS

Mostarda nitrogenada

Fenindione

CIorambucil

6 mercapto-purina

Uretano

Ametopterin

ANTITIRÓIDES

Tiouracilo

Propiltiouracilo

 

GRUPO 3

DROGAS COLESTÁSICAS

TRANQÜILIZANTES

Meprobamato

Clorpromazina

Promazina

Proclorpromazina

Clordiazepoxide hidrocloreto

ANTIDIABÉTlCOS

Clorpropamida

Tolbutamida

Fenitilbiguanida

Carbutamida

ANABÓLICOS

Noretrandrolona

Metiltestosterona

Dianabol

Primobolan

Neosteran

Sulfamidas

PAS

Isoniazida

Estolato de eritromicina

Triacetiloleandomicina

Sulfonas

 

GRUPO 4

REAÇÕES HEPATOTÓXICAS RARAS PRODUZIDAS POR:

Noretrandrolona

Cippia rehmanni y Lantana camara

Ouro coloidal radioativo

Alcalóides do senecio

 

INTOXICAÇOES EXÓGENAS EM NOSSO MEIO

As substâncias mais frequentemente implicadas são barbitúricos psicofármacos, novabiocina, rifamicina, etanol, amoníaco, salicilatos, inseticidas, pesticidas, metais pesados e ingredientes de tintas e vernizes.

 

ÁLCOOL ETÍLICO

Durante muitos anos predominou a opinião de que era um hepatotóxíco indireto. Hoje, principalmente após os estudos de microscopia eletrônica, a sua ação hepatotóxica direta está comprovada.

 

SUBSTÂNCIAS ELIMINADAS POR CONJUGAÇÃO COM UDPG

INDÚSTRIAS DOS DERIVADOS DO PETRÓLEO

Anilina - meio para corantes, corantes, fármacos, veterinários, explosivos, química fotográfica, refinação de petróleo, graxa de sapatos.

Fenantraceno - petróleos, refinação, betumes.

Florizina - aditivo dos óleos lubrificantes.

 

INDÚSTRIAS DE PRODUTOS QUÍMICOS INDUSTRIAIS

p-Acetamidoanilina - corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos etc.)

p-Acetamidofenol - fotografias coloridas, vernizes à base de celulose, fármacos (efeito analgésico, antipirético).

Ácido Benzoico - conservação de alimentos, gorduras, frutas, sucos de frutas, corantes, preparo do tabaco, tecidos estampados de algodão.

Ácido p-Hidroxibenzóico sínteses orgânicas, Álcool Amílico solvente.

Álcool Butílico Terciário solvente denat, etanol.

Álcool Isopropílico - solvente borracha, gorduras, alcaloides, óleos, tintas, loções etc.

p-Aminoazobenzeno corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos etc.)

p-Anisidina - corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos etc.)

Anilina meio para corantes, fármacos veterinários, explosivos, química fotográfica, graxa de sapatos.

Cânfora – derivado de celulose, celuloides, plásticos, vernizes, explosivos, anti mofos, veículos cosméticos, lacas, fármacos (uso externo, antisséptico e anti-inflamatório pelos ossos e parenteral, analéptico).

Ciclohexanol – solvente, diversas resinas, uso preparo celuloide.

Diclorobenzol - solvente para ceras, resinas, borracha, óleos e asfaltos, inseticida contra os cupins. Desengordura metais e lã. Ingrediente do polish para metais. Fabricação de corantes. Fungicida.

Fenetidina - corantes.

Fenilhidrazina - corante, fármacos, explosivos.

Glicol Propilênico - solvente, fármacos, resinas.

Hidroquinona - fotografia

Metanol – solvente, esterificação, ácidos orgânicos e inorgânicos, antigelo, carburante, fornos, antiindurente, produtos farmacêuticos, antibióticos, hormônios, colesterol, vitaminas depuração álcool etílico.

Metilciclohexanol – solvente, resinas, nitrocelulose, etilcelulose, borracha, gorduras DDT, prod. nylon, celuloide, inseticidas, tecidos sintéticos.

Naftilamina - corantes. Causa tumores malignos na vesícula.

2-Naftol - Ind. fármacos, corantes, perfumes e, sobretudo, borracha sintética (como antioxidante), antisséptico e anticatarro uso externo, poros, antihelmíntítico.

Nitrotolueno - cores

Pirocatecol - corantes, reagente, fotografia.

Tiouréia - fotografia, resinas, vulcanização, usado como o Tiouracil no hipertireoidismo.

p-Toluidina - corantes e outras substâncias químicas.

Trielina – solvente, lavanderia a seco, resinas, óleos, gorduras, borrachas, vernizes, derivados celulose.

Uréia - adubos, resinas e plásticos, fármacos, dentifrícios, fábricas de papel.

Uretano - antileucêmico. Solvente, sínteses orgânicas. Resinas poliamínicas. Cosméticos.

 

INDÚSTRIAS TÊXTEIS

p-Acetamidoanilina - corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos, etc.)

Ácido Benzoico - conservação de alimentos, gordura, frutas sucos de frutas corantes, preparo do tabaco, tecidos estampados de algodão.

Álcool Isoamílico - solvente das fibras têxteis, sintéticas e outras (indústria de pólvora).

p-Aminoazobenzeno - corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos etc.)

p Anisidina - corante usado na indústria (tintas, vernizes, tecidos etc.)

Diclorobenzol - solvente para ceras, resinas, borracha, óleos e asfaltos. Inseticida contra os cupins Desengordura metais e lã. Ingrediente do polish para metais. Fabricação de corantes. Fungicida.

 

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS

Ácido Benzoico - conservação de alimentos, gorduras, frutas, sucos de frutas. Corantes, preparo do tabaco, tecidos estampados de algodão.

Ácido Salicílico – anti mofo, metabolítico, uso externo - absorvido.

Álcool Etílico - alcoólicos. Desinfetante de amplo emprego. Solvente de álcool etílico: aditivo dos combustíveis.

o-m-p-Bromofenol - antisséptico, conservação dos alimentos.

lodofenol - conservação de alimentos.

Mentol - licores, confeitos, cigarros, gotas, antitosse, inaladores nasais, cosméticos, antipruriginoso, leve anestésico local, anti-irritante.

Timol – anti mofo e anti-parasitário vegetais.

Vanilina - aromatizante de doces, bebidas e alimentos.

 

PRODUTOS QUÍMICOS PARA A AGRICULTURA - INSETICIDAS DOMÉSTICOS

Ácido Dietilditiocarbâmico e Derivados - Na agricultura (herbicida).

 

PRODUTOS FARMACÊUTICOS

Acetanilida (N-Fenilacetamida) - antipirético, analgésico, antireumático. Causa metemoglobinemia.

p-Acetoamidofenol (Hidroxiacetanilida) - fotografias coloridas, vernizes à base de celulose fármacos (efeito analgésico, antipirético).

Ácido Para-Aminosalicílico (PAS) quimioterápico.

Ácido Salicílico – anti mofo, metabolítico, uso externo (absorvido).

Adrenalina - simpaticomimético.

Aldosterona - esteroide, usado na insuficiência corticosuprarenal, doença de Addison etc.

Anilina - meio para corantes, corantes, fármacos veterinários, explosivos, química fotográfica, refinação de óleo, graxa de sapatos.

Cânfora – Derivado de celulose, celuloides, plásticos, vernizes, explosivos, anti mofos, veículos cosméticos, lacas, fármacos (uso externo, antisséptico e anti-inflamatório pelos ossos e parenteral, analético).

Cloranfenicol – antibiótico.

Cloroquina - tratamento das amebíases.

Cloropromazina - psicoplégico sedativo, anti-cinético.

Cortisona - esteroide, usado como anti-inflamatório e antirreumático; uso local na oftalmologia e dermatologia.

o-m-p-Cresol - antisséptico.

Dienestrol - esteroide, usado nos estados hipoestrogênicos e nos distúrbios da menopausa.

Dietiletilbestrol - esteroide sintético, usado nas amenorreias e dismenorreias, distúrbios da menopausa etc.

Dimetilfenol - presente em vários desinfetantes.

Doriden - hipnótico sedativo. Ergometrina, oxitóxico.

Diclorobenzol - solvente para ceras, resinas, borracha, óleos e asfaltos, inseticida contra os cupins. Desengordura metais e lã. Ingrediente do polish para metais. Fabricação de corantes. Fungicida.

Diclorofenol - anti-traça, inseticida.

o-p-Hidroxifenil – anti mofo para os cítricos.

Metilciclohexanol - solvente, resinas nitrocelulose e etilcelulose, borracha, gorduras DDT, produtos de nylon, celuloide, inseticidas, tecidos sintéticos.

Paradiclorobenzol - solvente para ceras, resinas, borracha, óleos e asfaltos. Inseticida contra os cupins. Desengordura metais e lã. Ingrediente do polish para metais. Fabricação de corantes.  Fungicida.

Tetraclorefenol - Fungicida, bactericida, conservante.

Triclorofenol - Fungicida, bactericida, conservante.

Ureia - Adubos, resinas e plásticos, fármacos, dentifrícios, fábricas de papel.

Acetofenetidina (Fenacetina) - na medicina, como analgésico e antipirético.

Acetofenona Hipnótico.

Ácido Gentisico - Analgésico antirreumático.

Ácido Iodopanóico - meio de contraste colecistografia

Heroína - narcótico, estupefaciente, analgésico beta-Estradiol esteroide na cura dos distúrbios menstruais da menopausa e das hipertrofias ovarianas.

Fenacetina - na medicina, como analgésico e antipirético.

N-Fenilacetamida - antipirético, analgésico, antirreumático. Causa metemoglobinemia.

Fenilidrazina - corante, fármacos, explosivos.

Fenobarbital - sedativo hipnótico.

Fenolftaleina - laxante.

Fenqtiazina - inseticida, anti-helmíntico, antisséptico das vias urinárias.

Glicol Propilênico - solvente, fármacos e resinas.

Hidrato de Cloral - Hipnótico

Hidrocortisona - esteroide, usado como anti-inflamatório, antirreumático, antialérgico.

Hidroxiacetanilida - fotografias coloridas, vernizes à base de celulose, fármacos (efeito analgésico, antipirético).

11-beta-Hidroxiandrosterona - esteroide.

Hidroxiquinolina - antisséptico uso externo o pelos ossos, antirreumático.

11-beta-Hidroxietilcolona - esteroide

3-Hidroxi-n-Metilmorfinano - narcótico, estupefaciente, analgésico.

5-Hidroxitriptamina (Serotonina).

Hipertensivo vasoconstritor.

Isonicotilhidrazida (Isoniazida) anti-TBC.

lsoprenalina - simpaticomimético.

Histamina - dilatador dos capilares, responsável pelas manifestações alérgicas.

Menefesina - antiespasmódico, sedativo, relaxante muscular.

Menadiona - anti-hemorrágico nas síndromes hipoprotrombinêmicos.

Mentol - licores, confeitos, cigarros, gotas antitosse, inaladores nasais, cosméticos, antipruriginoso, leve anestésico local, antiirritante.

Meprobramato - tranquilizante.

Mercaptopurina - anti-leucêmico.

Metanol – solvente, esterificação, ácidos orgânicos e inorgânicos, antigelo, carburante fornos, antiaderente, produtos farmacêuticos antibióticos, hormônios, colesterol, vitaminas depuração álcool etílico.

Morfina e derivados narcótico, estupefaciente e analgésico.

2-Naftol - ind. fármacos, corantes, perfumes e, sobretudo borracha sintética (como antioxidante), antisséptico e anticatarro uso externo, poros. antihelmíntico.

Noradrenalina - simpaticomimético usado como hipertensor e estimulante cardíaco.

Novobiocina antibiótico

16-oxoestradiol - esteroide

PAS - Quimioterápico

Piperazina anti-helmíntico

Pregnandiol esteroide

Pregnandiolona esteroide

Procaína anestésico local

Rifamicina antibiótico

Salicilamida - analgésico, antipirético, antirreumático

Salicilato de Metila - perfumaria, uso externo antiflogístico e antireumático, anti-dolorífico

Serotonina - hipertensivo, vaso constritor

Stilbestrol

Esteroide

Sulfacetamida

Sulfamida.

Sulfametazina

Sulfametiltiadiazol

Sulfamizol

Sulfanilamida

Sulfapiridina

Sulfapirimidina

Sulfatiazol

Sulfaisotiazol

Tetrahidro.  Aldosterona

Tetrahidro. Corticosterona

Tetrahidro.  Cortisona

Tiouréia - fotografia, resinas, vulcanização, usado como o Tiouracil no hipertireoidismo.

L-Tirosina

Aminoácido

Tirosina - Hormônios da tiroide, hipotireoidismo, insuficiência metabólica.

Trofanil - Psicofármaco antidepressivo

Tribromoetanol - anestésico

Tricloroetanol - anestésico

Tri-Iodotirosina - hormônios da tireoide, hipotireoidismo, insuficiência metabólica.

Trileno - anestésico

Ureia - adubos, resinas e plásticos, fármacos, dentifrícios, fábricas de papel.

Uretano

antileucêmico, solvente sínteses orgânicos: resinas poliamínicas, cosméticos.

Zoxazolamina

Miorrelaxante.

 

PERFUMARIA E COSMÉTlCOS

Ácido Cumárico na perfumaria, como aromatizante.

Cânfora – derivado de celulose, celuloides, plásticos, vernizes, explosivos, anti mofos, veículos, cosméticos, fármacos (uso externo), antisséptico e anti-inflamatório, pelos ossos e parenteral (analético).

Cumarina - na perfumaria, como aromatizante.

2-naftol – indústria de fármacos, corantes, perfumes e, sobretudo borracha sintética (como antioxidante), antisséptico e anticatarro uso externo, poros, anti-helmíntico.

Salicilato de Metila - perfumaria. Uso externo antiflogístico e antirreumático, anti-dolorífico.

Uretano - antileucêmico; solvente sínteses orgânicas; resinas poliamínicas; cosméticos.

 

SUBSTÂNCIAS FISIOLÓGICAS

Aldosterona - esteroide; usado na insuficiência corticosuprarenal, doença de.Addison, etc.

Allopregnandiol – esteroide.

Androsterona – esteroide.

Bilirrubina - metabólico fisiológico da hemoglobina.

11-Cetoetiocolanona – esteroide.

l7-Cetoesteróides – esteroide.

Colesterol esteroide.

Cortisona - esteroide, usado como anti-inflamatório e antirreumático; uso local na oftalmologia e dermatologia.

Dehidro. Epiandrosterona esteroide.

11-Deoxicorticosterona – esteroide.

Dienestrol - esteroide; usado nos estados hipoestrogênicos e os distúrbios da menopausa.

17-Epiestrol - esteroide - alfa-Estradiol esteroide beta-Estradiol - esteroide na cura dos distúrbios menstruais, da menopausa e das hipertrofias ovarianas.

Estriol - esteroide.

Esterona - esteroide. Contra os distúrbios da menopausa, na cura de alguns carcinomas.

Hidrocortisona - esteroide. Usado como anti-inflamatório, antirreumático, antialérgico.

5-Hidroxitriptamina (Serotonina) hipertensivo, vasoconstritor.

Noradrenalina - simpaticomimético; usado como hipertensor e estimulante cardíaco.

l6-Oxoestradiol - esteroide.

Pregnandiol - esteroide.

Pregnandiolona - esteroide.

Pregnenolona - esteroide, ação antirreumática.

Serotonina - hipertensivo, vasoconstritor.

Stilbestrol.

Esteroide.

Testosterona - esteroide. Ação andrógena, anabolizante, estimulante, hipotensiva.

Tetrahidro.

Aldosterona esteroide.

Tetrahidro.

Corticosterona esteroide.

Tetrahidro.

Cortisona esteroide.

Tirosina - hormônios da tiroide, hipertireoidismo, insuficiência metabólica

L-Tirosina - aminoácido.

Triiodotirosina - hormônios da tireoide, hipotireoidismo, insuficiência metabólica.

Ureia - adubos, resinas e plásticos, fármacos, dentifrícios, fábricas de papel.

 

DIVERSOS

o-m-p-Aminofenol - corantes (derivados azo e sulfatinturas para peles e cabelos.

p-Fenilenodiamina tintura para peles e cabelos.

Metanol - solvente esterif, ácidos orgânicos e inorgânicos, antigelo, carburante fornos. Anti-indurente.

Produtos farmacêuticos, antibióticos, hormônios, colesterol, vitaminas depuração álcool etílico.

Trielina - solvente lavanderia a seco, resinas, óleos, gorduras, borrachas, vernizes, derivados celulose.